Domingo, 16 de Julho de 2006

O que foi a disciplina de Educação e Tecnologias Multimédia?

A disciplina de Educação e Tecnologias Multimédia revelou-se muito interessante e inquietante, pois alimenta um espírito curioso e explorador. Nela concretizei uma aprendizagem viva sobre uma nova visão de ensino/aprendizagem, nomeadamente, no que diz respeito aos recursos/ferramentas/instrumentos que podem ser aplicados no ensino da Língua Materna.

Esta disciplina ajuda-nos a consciencializar a importância da utilização das tecnologias no processo educativo na sociedade actual e apresentou uma panóplia de instrumentos que podem ser adaptados de uma forma extraordinária na Educação.

Pessoalmente adorei as sessões pois, para além o crescimento profissional e pessoal, proporcionou uma incessante busca de informações nos meandros da World Wide Web. Agora não paro de navegar, porque o “bichinho” não me deixa parar!!!!!!!

Vou ter saudades destas sessões……!!!!!

Foi um prazer aprender e descobrir junto da professora Maria João e de todos os colegas, que pretendo continuar a comunicar no Chat…! Logo a chatear!!!!!!!!!!!

 

sinto-me:
publicado por supermarta às 13:58

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Moodle

A palavra Moodle referia-se originalmente ao acrónimo: "Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment", que é especialmente significativo para programadores e investigadores da área da educação. Em inglês a palavra Moodle é também um verbo que descreve a acção que, com frequência conduz a resultados criativos, de deambular com preguiça, enquanto se faz com gosto o que for aparecendo para fazer. Assim, o nome Moodle aplica-se tanto à forma como foi feito, como à forma como um aluno ou um docente se envolve numa disciplina "em-linha". Quem utilizar o Moodle designa-se de Moodler.

A Moodle é um sistema online de gestão da aprendizagem e de trabalho colaborativo frequentemente utilizado por professores e alunos para melhorar o processo de ensino/aprendizagem. Assim, oferece diferentes funcionalidades:

a) armazenamento de conteúdos, documentos, imagens, vídeos, áudio, animações;

b) realização de tarefas online: fóruns de discussão, chat, inquéritos, glossário;

c) apresentação de avaliação – grelhas de classificação de trabalhos.

Em conclusão podemos afirmar que a “Moodle is a real gift to forward thinking educators”.

Aqui deixo alguns sites "moodlianos":

http//:www.crie.min-edu.pt/formaçao_professores.htm

http//:www.moodle.org

http//:www.moodle.uevora.pt

http//:www.moodle.univ.ab.pt/moodle

http//:www.moodle.uce.ac.uk

sinto-me:
publicado por supermarta às 13:42

link do post | comentar | favorito
|

Educação Colaborativa

Como garantir uma educação de qualidade e ao mesmo tempo apostar na inovação?

A educação escolar visa contribuir para uma sistematização de procedimentos e práticas, socialmente legitimadas, de acordo com os valores, as necessidades sociais, o grau de desenvolvimento económico e tecnológico e as relações de poder vigentes num determinado momento da sociedade.

Nos nossos dias as tecnologias são aproveitadas pelas escolas para impulsionar e educação de acordo com as necessidades sociais. Por isso, verificam-se algumas transformações na acção educativa como sejam: a) a educação surge como um processo permanente de transformação, actualização e pesquisa; b) os projectos apresentam finalidades próprias; c) considera-se uma articulação diferenciada entre pessoas e instituições e, por último, d) desenvolvimento de actividades educativas em grupos interdisciplinares que podem existir em tempos e espaços distintos.

Em consequência desta mudança, o conceito de EDUCAÇÃO actualiza-se:

*       Organização aberta;

*       Inclusiva;

*       Múltiplas formações,

*       Desenvolvimento de várias “inteligências”;

*       Intervenção intensa com múltiplos espaços;

*       Optimização dos processos educacionais;

*       Acção docente em colaboração.

Esta nova perspectiva da educação exige aos participantes espírito crítico, por forma a adequar as suas práticas ao contexto em que se insere, e ser capaz de co-laborar, co-operar e con-viver.

sinto-me:
tags:
publicado por supermarta às 12:44

link do post | comentar | favorito
|

e-Learning

As novas tecnologias estão a transformar as relações do trabalho na escola, na sociedade e na vida e apresentam-se como um meio de aproximação entre a Escola e o Mundo envolvente. Desta forma é cada vez mais frequente a utilização das novas tecnologias nos processos de ensino-aprendizagem online.

Traduzir o termo e-Learning resulta em “aprendizagem electrónica”, contudo surge muitas vezes como ensino à distância, formação contínua e auto-formação.

Segundo Pouts-Lajus (2002) a expressão e-Learning é objectiva e é pedagogicamente correcta. Objectiva, porque significa “aprender através de redes electrónicas”. Pedagogicamente correcta porque coloca ênfase na actividade autónoma do aluno, exigindo portanto, mudança de métodos e de organização.

Por sua vez a definição de e-Learning considerada pelo Conselho Europeu de Ministros de Lisboa, em 2000: “ a utilização das novas tecnologias multimédia e da Internet, para melhorar a qualidade de aprendizagem, facilitando o acesso a recursos e a serviços, bem como a intercâmbios e colaboração à distância”. Esta definição suscita uma necessidade de mudança do paradigma da educação, das competências de professores e de alunos, dos métodos e estratégias, tendo em vista a competitividade europeia.

Com base no modelo de “Jigsaw”, Paulsen(2002:22-23) representa e-Leraning através da articulação das quatro áreas que caracterizam o sistema de educação online:

·         Ferramenta de Concepção de Conteúdos (Content Creation Tools)

·         Sistema de Gestão de Aprendizagem (Learning Managemente System)

·         Sistema de Gestão de Estudantes (Student Management System)

·         Sistema de Gestão Financeira (Accountig System).

O mais importante notar é que estamos a falar de sistemas que agrupam certas funcionalidades do software, que estão ao serviço de processos de aprendizagem centrados nos alunos. Estes sistemas encontram-se em constante mudança, logo as estratégias pedagógicas a adoptar de acordo com as potencialidades das tecnologias para a criação dos novos contextos de educação e formação em rede apresentam-se também elas em transformação.

Ver Publicações do nonio a propósito do e-Learning.

 

sinto-me:
tags:
publicado por supermarta às 01:46

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Julho de 2006

E-Portfolio

         O que é um e-portfolio? Para que servem os e-portfolios? Que tipo de e-portfolios existem? Se tens curiosidade em saber qual a importância da introdução e desenvolvimento dos e-portfolios no âmbito educativo, então não percas nos próximos dias 13 e 14 de Julho, na Universidade do Minho (Campus de Gualtar), o I ENCONTRO SOBRE  E-PORTFOLIO.

sinto-me:
tags:
publicado por supermarta às 00:46

link do post | comentar | favorito
|

Caça ao Tesouro

 J.M. de Carvalho (Noesis, 1999) uma caça ao tesouro consiste num conjunto de questões  que podem ser respondidas  se acedermos a "sites" que contenham a informação necessária.  

A “CAÇA AO TESOURO” enquanto actividade educativa, baseada na web, apresenta dois objectivos, o primeiro relaciona-se com a aquisição de conhecimentos específicos, enquanto que o segundo centra-se no desenvolvimento de competências de pesquisa e selecção de informação relevante. Contudo, uma Caça ao Tesouro bem elaborada supera estes objectivos, uma vez que introduz uma tarefa integradora ("A Grande Questão") que obriga os alunos a estabelecer relações entre os diversos elementos pontuais encontrados (tesouros específicos).

     Assim,  as tarefas de um professor que pretenda construir uma Caça ao Tesouro podem ser sintetizadas do seguinte modo:

1- Localizar páginas Web com qualidade e adequadas tema.

2- Seleccione 10 a 15 endereços para os alunos acederem aos tesouros específicos aí escondidos.

3- Construa uma questão-chave para cada uma das páginas seleccionadas.

4- Construa o documento - a Caça ao Tesouro.

 

Exemplos de “Caça ao Tesouro”:

 

$ http://nautilus.fis.uc.pt/cec/cet

$ http://www.minerva.uevora.pt/subm03_3.htm#tesouro

$http://www.instituto-camoes.pt/cvc/tesouro

sinto-me:
tags:
publicado por supermarta às 00:03

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 9 de Julho de 2006

A Webquest na Escola

 

Muitas vezes há dificuldades em integrar a net na sala de aula,  pois raramente, existe uma sistematização, por parte do professor, do que é pretendido. Para além de não haver uma orientação para o aluno,  é uma constante as pesquisas apresentarem uma grande diversidade e disparidade de informações que têm como consequência o insucesso no uso das potencialidades da internet. Assim, é fundamental o professor utilizar estratégias de trabalho orientado no sentido de desenvolver e ajudar os alunos na descoberta e aquisição de novos conhecimentos, uma vez que a web possui informação hipermédia e multimensional.

A WEBQUEST é uma metodologia de pesquisa na internet, voltada para o processo educacional, estimulando a pesquisa e o pensamento crítico.

O conceito de WEBQUEST foi criado em 1995, por Bernie Dodge, professor da universidade estadual da Califórnia, EUA, como proposta metodológica para usar a Internet de forma criativa, definido-a assim:"Webquest é uma actividade investigativa, em que alguma ou toda a informação com que os alunos interagem provém da Internet."

A Webquest é elaborada pelo professor, para ser solucionada pelos alunos, reunidos em grupos. Esta apresenta um Tema e propõe uma Tarefa que envolve consultar fontes de informação especialmente seleccionadas pelo professor. As Fontes ou Recursos podem ser livros, vídeos, e mesmo pessoas a entrevistar, mas normalmente são sites ou páginas na Web. Normalmente a Tarefa exige dos alunos actividades diferentes de forma a promover o contraste de pontos de vista sobre um mesmo objectivo.

A WEBQUEST na Educação pretende:

      !               Modernizar modos de fazer educação;    

      !                 Garantir acesso a informações autênticas e actualizadas;

      !                 Promover aprendizagem cooperativa;

      !                 Desenvolver habilidades cognitivas;

      !                 Transformar informações activamente;

      !                  Incentivar a criatividade;

       !                 Favorecer o trabalho de autoria dos professores;

       !                 Favorecer a compartilha de saberes pedagógicos;

 

 

  

sinto-me:
tags:
publicado por supermarta às 19:49

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Julho de 2006

A importância das funções dos Motores de Busca

 

A internet ‘invadiu’ as nossas casas e facilitou a vida de todos nós através do acesso rápido à informação. A World Wide Web oferece imensos recursos (directórios, motor de pesquisa e de metapesquisa) aos seus utilizadores, sendo que o motor de busca é o mais utilizado. O Google é o motor de busca mais utilizado em todo o mundo e possui ferramentas que permitem “organizar a informação do mundo e torná-la universalmente acessível”. Desta forma, a simplicidade e objectividade da interface do ecrã de entrada, e como referiu Nielsensimplicity always win over complexity”, distingue-o de outro qualquer motor de busca que permite uma maior facilidade de acesso. As técnicas de pesquisa permitem uma identificação exacta do que se pretende, quer através de Pesquisas Avançadas, quer através de Directórios, quer através de Preferências, quer através de Grupos e quer através de Imagens. Assim, para se proceder a uma pesquisa num motor de busca é essencial o seu domínio, uma vez que se poderá direccionar, restringir e avaliar a procura às informações relevantes, verdadeiras, credíveis e com qualidade. Neste âmbito, considera-se fundamental que os alunos estudem o acto de pesquisa, de forma a desenvolverem capacidades para utilizarem um motor de busca e, simultaneamente, avaliarem de forma crítica os resultados de uma pesquisa.

Aqui vão alguns dos mais conhecidos motores de busca: "Google"; "Altavista"; "Sapo"; "Yahoo"; "Lycos"; "Cidade Virtual" e "GO Network".

sinto-me:
tags:
publicado por supermarta às 17:36

link do post | comentar | favorito
|

Blogar é Educar

BLOG é a abreviatura de WEBLOG, termo utilizado pela primeira vez por John Barger (1997). WEBLOG é uma página da WEB que deve ser actualizada frequentemente através de mensagens, imagens, textos que são apresentados de forma cronológica.

No âmbito educacional, o conceito de BLOG tem evoluído de tal forma que, actualmente, é utilizado como recurso pedagógico (espaço de acesso a informação especializada com dados disponibilizados por parte do professor) e como estratégia pedagógica (podendo apresentar-se como portfolio digital, espaço de intercâmbio e colaboração, espaço de dabate – ‘role playing’ e espaço de integração).

NÃO PERCAS TEMPO! NAVEGA NA BLOGOSFERA!!! E….. NÃO TE ESQUEÇAS QUE BLOGAR É UMA OPORTUNIDADE DE APRENDER, ENSINAR E EDUCAR!!!!!!!!!!

 

 

 

‘BLOGAR’- segundo Will Richardson é “escrever o que pensamos quando lemos o que os outros escrevem”.

‘BLOGOSFERA’ – conjunto de práticas educativas que se caracterizam por uma diversidade de abordagens.

sinto-me:
tags:
publicado por supermarta às 17:27

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Abril de 2006

Portfolio Comum e/ou Portfolio Digital

           O portfolio digital deve ter o mesmo propósito do portfolio tradicional nos programas dos professores. Ambos podem ser usados como instrumentos reflexivos e ferramentas diagnósticas, que permitirão aos alunos expressarem quem são e o que poderão fazer. Este portfolio funciona como um incentivo à pesquisa e à reflexão pessoal, já que a apresentação das várias temáticas, que podem ser partilhadas e desenvolvidas por todos os alunos, permite a sua consulta permanente ao longo do período de leccionação da disciplina.

          Desta forma, a construção de um portfolio digital é um processo gradual de reflexão e maturação pessoal em diversas dimensões que permite o recurso de suportes digitais multimédia.  

sinto-me:
tags:
publicado por supermarta às 16:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O que foi a disciplina de...

. Moodle

. Educação Colaborativa

. e-Learning

. E-Portfolio

. Caça ao Tesouro

. A Webquest na Escola

. A importância das funções...

. Blogar é Educar

. Portfolio Comum e/ou Port...

.arquivos

. Julho 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds